sábado, 10 de janeiro de 2009

O belo é aquilo que podemos ser. Mesmo que se pense que não se está sendo nada belo, há um futuro guardado no vento - um segredo da alma encoberta pela palidez dos gestos involuntários. Não se contam as horas, já nasceram mortas ou clamando pelo esquecimento. Devemos suportar as tempestades de silêncio para nascer do túnel escuro que nos afoga, por vezes. Um sono embalado pelos próximos milagres. Mas que se saiba, mesmo inertes somos crisálidas.Tão belos quanto a palavra com suas possíveis asas. aluisio martins

7 comentários:

sociologiaparaprincipiantes disse...

Mesmo na era do digital o factor humano prevalece. Um dos grandes problemas de hoje é o modo como tendemos a "desumanizar" tudo. Ou seja, tendemos a pensar nas coisas como "coisas", esquecemos que existem indivíduos por detrás. Dois exemplos de “desumanização”: o estado e as armas.
O estado somos todos nós, quem “manda” são indivíduos eleitos e lá colocados por outros indivíduos, ou seja, por nós os que os elegemos. As armas, são manejadas por indivíduos, sozinhas e sem ninguém, a maneja-las, não fazem mal.
Quanto às palavras ou linguagem utilizada, elas vêm depois da visão, mesmo uma criança olha e vê antes de começar a falar.
Um abraço

Guilherme Bandeira disse...

Olá!
Retribuindo a visita. Tive que fazer um blog para mostrar minha arte preferida...rs...nos últimos anos tenho ficado demais na frente do computador, também sou publicitário, aí já viu!...rs.

obrigado pela visita e volte sempre que puder...vou pintar o sete nisso aqui..rs.

www.olhaquemaneiro.com.br

O Profeta disse...

Um abrigo feito de pedras
Uma porta sem entrada
Uma janela fugida à luz
Aprisiona alma desencontrada

Um tecto feito de estrelas
A Lua brinca com fios de luz
Um cometa passou rasante
Um coração o outro seduz



Bom domingo


Mágico beijo

Lia disse...

" Mas que se saiba, mesmo inertes somos crisálidas.Tão belos quanto a palavra com suas possíveis asas."
Adorei todo o texto mas vc fecha com chave de ouro. Impressionante como você brinca com as palavras, Maninho! Elas fluem fácil...
Adorei.

Um beijo

A. disse...

Belíssimo!
Beijos e boa semana!
:)

Léo.com disse...

Muito bonito...
traduz um olhar diferente que podemos ter, é bem interessante.
Obrigado pela visita, volte no meu blog quando quiser!!!

Patricia disse...

Simplesmente... belo.