quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Galo na Cabeça

Uma roleta e mexem-se os animaizinhos

Giro de barulho engraçado tem a tal roleta

Um bandinho de meninos animaizinhos

e o bicheiro comanda AS MACETAS

Eu jogo sempre no Galo

Jogo uma sorte de vez

Outros espantam o azar

E quando a roleta pára

Meu dinheiro só serve pro sorvete

Ao parecer um jogo de sorte

Mas o Galo tem a cabeça marcada

Toda vez que jogo no Galo

E aumentam minhas fichas

A lograr êxito e deixar as pessoas irem

E ver a roletar girar, e girar...

Pedro.

Um comentário:

Pleiba disse...

Olá!!
Belo blog viu!!! Estou passando aki porque fiz um homenagem ao D.Ramíres... um Brother mto gente boa :p
se possível de uma visitinha lá no meu blog
Espero que goste kkk
bjuz