domingo, 9 de novembro de 2008

Incondicionágua

Se ...

Ter sido tua água

suor contido

deserta minh'alma

é agonia

Ter sido tua lágrima

torneira antiga

secreta enxurrada

é alegria

Ter sido tua chuva

tormenta distante

hoje sábio e fugaz

(creio)

é intervalo

Ter sido tua gota

eternizado instante

entre a origem

e o ralo

*

Anete Antunes

5 comentários:

Petro disse...

forma inovadora... linha por linha, palavra por palavra, gostei !!! Agora, assina, meu!

ANETE ANTUNES disse...

ah, verdad ... besos

aluisio martins disse...

Sensacional!!! É daqueles poemas que a gente diz para si mesmo: pôxa, eu queria ter escrito.
Você é genial, Anete

Victor Manfredine disse...

que coisa mais bonita..
=D

Imcompreendida disse...

Muito lindo, Anete... Parabens!!!