quarta-feira, 11 de março de 2009

NO COURO DA EMOÇÃO (ROUBANDO DAS V.V.)

É no couro ou não é ? é no couro !
É no couro ou não é ? é no couro !
É no couro ou não é ? é no couro !
É no couro ou não é ? é no couro !
Comadre sebastiana gosta de correr perigo
Quando o marido viaja ela sai com o primo rodrigo
Só volta quando o sol nasce mas diz que é só seu amigo
Este povo fala demais, preste atenção no que eu digo
Abra o olho sebastiana, veja lá o que vai fazer
Se seu marido souber o couro vai comer
Seu marcelino da venda adora a mulata joana
Por ela morre de amores e sonha levá-la pra cama
A patroa do marcelino pediu conselho á cigana
E soube da traição do marido, pois coração de mulher
Não se enganaMarcelino estava no crime e a patroa apareceu
Foi a maior confusão e o couro comeu
Você não quer cozinhar, você só quer vida mansa
Não quer lavar, nem passar e nem cuidar das crianças
Tô cansado de trabalhar enquanto você só descansa
Não sei pra que fui me casar, vou empenhar a aliança
Se conversa não resolve, a cinta vai resolver
Levanta já desta cama, mulher, que o couro vai comer
Maria rita, menina linda, tu nunca me dá bola
Eu sou feio e pobre e você a rainha da escola
Quase perco o controle quando tu passa e rebola
Meu destino é ser mesmo sozinho pois meu xaveco nãoCola
Maria rita, me dê uma chance e você vai se surpreender
Se te pego na quebrada, menina, o couro vai comer...
(eita fastio danado...)

4 comentários:

Petro disse...

Os repentistas que morram de inveja, ´né?

Bravo!

freak out disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
aluisio martins disse...

Meu amigo Petro, publiquei réplica, de repente, ao seu repente. Morri de inveja e nem sou repentista, mas tenho alma de artista. kkkkkk
grande abraço

ANETE ANTUNES disse...

O Couro nosso de cada dia nos dai hoje ... perdoai