terça-feira, 2 de setembro de 2008

KOURNIKOVA


LI ANNA

E que letras

contornos incríveis,

com seu estilo clássico

LI ANNA

que conjunto de palavras

que sonetos

que sonorização na minha cabeça insana

LI ANNA

que fim!


MASA

2 comentários:

aluisio martins disse...

Mais que Platão se renderia. Mais pelo texto ainda
Beijo, irmão

Victor Manfredine disse...

ahh nem tanto..
só se for olhando por um
único lado.. =]
belo blog. o/